Fotos São Paulo

Políptico Sao Paulo NK », 130x280cm ou Oito paneis.

Leia mais

Políptico Brasília – 210x210cm -2017- 9 paneis – CAT II

Leia mais

Teto Igreja de São Francisco 180x300cm CAT II (Bahia)

Leia mais

Veduta sp1 – 180x300cm

Leia mais

Passagem literária – 180x300cm CAT I

Leia mais

Cidade Jardim – 150x250cm CAT II

Leia mais

Arte rua 7 – 150x250cm CAT III

Leia mais

Arte rua 6 – 150x250cm CAT III

Leia mais

Arte rua 5 – 150x250cm CAT III

Leia mais

Arte rua 4 – 150x250cm CAT III

Leia mais

Arte rua 3 – 150x250cm CAT III

Leia mais

Arte rua 2 – 150x250cm CAT III

Leia mais

Arte rua 1 – 150x250cm CAT III

Leia mais

Matarazzo Palimpsesto – 180x300cm CAT II

Leia mais

Babel 42 SP- 207x120cm CAT IV

Leia mais

Babel 43 SP – 207x120cm CAT IV

Leia mais

Veduta SP2 – 180x300cm CAT I

Leia mais

Matarazzo solo – 120x146cm CAT IV

Leia mais

Matarazzo colorido- 120x200cm CAT II

Leia mais

Francesco Matarazzo – 180x180cm – CAT IV

Leia mais

Bienal São Paulo – 260x180cm – CAT II

Leia mais

Escadaria Centro Cultural – 150x250cm – CAT IV

Leia mais

Batismo – 150x250cm – CAT II

Leia mais

Fotos Salvador

Santos, 2016, 150 x 90 cm

Leia mais

Pelô, 2016, 180 x 300 cm

Leia mais

Nossa Senhora, 2016, 150 x 90 cm

Leia mais

Oxóssi, 2016, 150 x 90 cm

Leia mais

Obaluayê, 2016, 150 x 90 cm

Leia mais

Mikvé, 2016, 150 x 90 cm

Leia mais

Do Carmo, 2016, 150 x 90 cm

Leia mais

Cidade baixa, 2016, 180 x 300 cm

Leia mais

Babel 26 – Igrejas, 2016, 170 x 100 cm.jpg

Leia mais

Saludo, 2016, 150 x 90 cm

Leia mais

Azul, 2016, 150 x 250 cm

Leia mais

Pentáptico. Igreja São Francisco, 2016, 250 x 750 cm

Leia mais

Rosário, 2016, 200 x 120 cm

Leia mais

Xangô, 2016, 150 x 90 cm

Leia mais

Restrospectiva – Brasília, 2015, 180 x 300 cm

Símbolos da Praça dos Três Poderes e do JK, em Brasília é um amplo espaço aberto entre os três edifícios monumentais que representam os três poderes da República: o Palácio do Planalto(Executivo), o Supremo Tribunal Federal (Judiciário) e o Congresso Nacional (Legislativo). Como em quase todos os logradouros da cidade, a parte urbanística foi idealizada por Lúcio Costa e as construções foram projetadas por Oscar Niemeyer.

Leia mais

Restrospectiva – Cúpula, 2015, 120 x 120 cm

Cúpula 120x120cm 2015 Museu Nacional do Conjunto Cultural da República O museu, que tem a forma de cúpula, e a Biblioteca Nacional Leonel de Moura Brizola foram concebidos pelo arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer e foram inaugurados no dia 15 de dezembro de 2006, no dia em que o arquiteto celebrou os seus 99 anos de idade. O museu tem uma área de 14,5 mil metros quadrados e foi inaugurado com uma exposição sobre a obra de Niemeyer: « Niemeyer & Niemeyer e Brasília – Património da Humanidade ». Localizado na Esplanada dos Ministérios.

Leia mais

Restrospectiva – Silêncio, 2015, 120 x 120 cm

Silêncio 120x120cm 2015 A beleza da Capela Nossa Senhora da Conceição, localizada no Palácio da Alvorada, tem o toque de um dos principais artistas do Brasil, Athos Bulcão. A residência presidencial, além de rica em poder, carrega a beleza das formas geométricas e a vida das cores da arte do professor. Bem tombado pelo patrimônio federal, a obra de Athos Bulcão está presente na porta, nos objetos litúrgicos e no teto do projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer. Como o próprio professor disse, em 1998, “a Capela do Palácio da Alvorada inclui a pintura do teto, que é de 1959, depois inclui o desenho dos castiçais e demais objetos de culto”.

Leia mais

Restrospectiva – Selarón 150 x 250cm

Olá, amigo Selarón, guardião dos intermináveis caminhos entre a Lapa e Santa Teresa, que coleta e organiza os milhares de azulejos. Esta tentativa obsessiva de conservação se encontra em evidente ressonância com minha hiperfotografia.

Leia mais

Restrospectiva – Gabinete 100 x 150cm

Em 2015, o Real Gabinete Português de Leitura está a completar 178 anos de existência. É a associação mais antiga criada pelos portugueses do Brasil após a independência de 1822. A sua sede, construída em estilo neomanuelino e que foi inaugurada pela Princesa Isabel em 1887, guarda cerca de 350.000 volumes (milhares de obras raras). Esse acervo maravilhoso está disponível a qualquer um do povo, pois o Real Gabinete é uma biblioteca pública. O Real Gabinete funciona como centro de estudos e um polo de pesquisas literárias, dirigido e freqüentado por professores universitários. Entre as obras raras do Real Gabinete figura um exemplar da edição princeps de “Os Lusíadas”, de 1572. Também possui em seu espólio o manuscrito do Amor de Perdição, obra do escritor português Camilo Castelo Branco.

Leia mais

Restrospectiva – Joia Memória

Preciosidade arquitetural da grande época imperial portuguesa, o Automóvel Clube inscreve na pedra a pompa esquecida do império colonial português. Esta velha senhora nostálgica, enfeitada com uma máscara desencantada, persiste e ainda hoje brilha como fogo. Embaixo da anágua feita de uma glória inconsciente, o Rio cresceu.

Leia mais

Fotos Rio de Janeiro

Tempestade de Reais 150X250cm CAT II

Leia mais

Cristo 9 80x80cm CAT VI

Leia mais

Cristo 8 80x80cm CAT VI

Leia mais

Guanabara, 150x250cm CAT II

Leia mais

Sao Bento

O Mosteiro de São Bento do Rio de Janeiro foi fundado por monges beneditinos vindos da Bahia em 1590. As pedras utilizadas como matéria-prima foram provenientes do Morro da Viúva, no atual bairro do Flamengo

Leia mais

Oscilação

O atordoamento… Enrolar-se nos braços torcidos de uma Shiva cintilante que reina sobre o impaciente novo mundo, abraçando as lembranças de ruínas insolentes… Sob o impulso místico, cedemos ao ritual secular do jato de peças. No Rio, divagamos a cada curva.

Leia mais

Hiper-Atlântida

O homem escreve na areia. Isto me convém; o desaparecimento não me contraria, na maré baixa eu recomeço. »

Leia mais

HiperReal

Símbolo de uma nova era econômica, o real flutua num desenvolvimento indefinível do Brasil. Assim, as notas e moedas “reais” voam sob o domínio do turbilhão inflacionário.

Leia mais

Citadella Maravilhosa

Cidadela Maravilhosa 1Andar à toa, percorrer as calçadas de motivos sinuosos e lúdicos, descobrir os tesouros da arquitetura como a fortaleza militar. Aqui, tudo e nada é sério ao mesmo tempo. Tudo é normal ou anormal. Apenas uma calçada separa o exército e a praia.

Leia mais

Veduta RJ2

Veduta RJ2 No Rio nós podemos ver e viver tudo. Mar e montanhas, natureza e urbanização, casas barrocas e arranha-céus modernos convivem alegremente. Uma diversidade encantada onde o cartão-postal ganha todas as formas.

Leia mais

Veduta RJ1

Entre tradição e modernidade, imobilidade e vitalidade, está o Rio de Janeiro: capital do Brasil e de contrastes. Cada camada é uma tendência brasileira, positiva ou negativa. As disparidades e encantos da cidade participam na construção do charme carioca, essência que eu registro nesta imagem forjada a partir de mil referências que traduzem meu olhar surpreso e completamente seduzido pelo Rio.

Leia mais

Joia Memória

Preciosidade arquitetural da grande época imperial portuguesa, o Automóvel Clube inscreve na pedra a pompa esquecida do império colonial português. Esta velha senhora nostálgica, enfeitada com uma máscara desencantada, persiste e ainda hoje brilha como fogo. Embaixo da anágua feita de uma glória inconsciente, o Rio cresceu.

Leia mais

Longue Histoire 150x250cm

Leia mais

Brazil

Leia mais

Gabriella 150 x 250cm

Que vista! Que privilégio! Que suntuosidade do senhor Henrique Lage para sua esposa, Gabriella Bezanzoni. Ao visitar o Parque Lage, eu também me rendi ao charme ao imaginar notas e reminiscências perdidas da cantora lírica feita prisioneira, que escapavam pelos corredores.

Leia mais

Selarón 150 x 250cm

Olá, amigo Selarón, guardião dos intermináveis caminhos entre a Lapa e Santa Teresa, que coleta e organiza os milhares de azulejos. Esta tentativa obsessiva de conservação se encontra em evidente ressonância com minha hiperfotografia.

Leia mais

Gabinete – 3 x 150x100cm

Em 2015, o Real Gabinete Português de Leitura está a completar 178 anos de existência. É a associação mais antiga criada pelos portugueses do Brasil após a independência de 1822. A sua sede, construída em estilo neomanuelino e que foi inaugurada pela Princesa Isabel em 1887, guarda cerca de 350.000 volumes (milhares de obras raras). Esse acervo maravilhoso está disponível a qualquer um do povo, pois o Real Gabinete é uma biblioteca pública. O Real Gabinete funciona como centro de estudos e um polo de pesquisas literárias, dirigido e freqüentado por professores universitários. Entre as obras raras do Real Gabinete figura um exemplar da edição princeps de “Os Lusíadas”, de 1572. Também possui em seu espólio o manuscrito do Amor de Perdição, obra do escritor português Camilo Castelo Branco.

Leia mais

NiMac 140 x 200cm

As proezas da arquitetura de Oscar Niemeyer chamaram a atenção do mundo sobre as “águas profundas” de Niterói. O MAC mira a cidade e ganha o olhar do mundo chamando a atenção para esse pedaço de paraíso que se mostra às vezes orgânico e futurista.

Leia mais

HiperComunidade 150 x 250cm

No coração deste oceano de habitações que se acumulam, podemos ler nas portas: « Viver na favela é uma arte. Ninguém rouba. Ninguém escuta. Ninguém se perde. Manda quem pode. Obedece quem tem juízo. » Provérbio brasileiro.

Leia mais

Espoir 22

Leia mais

Cristo 3

Leia mais

Batisseurs

Leia mais

Kalei Rio

Leia mais

Historias

Leia mais

Vermelho

Leia mais

Voyages Extraordinaires

Leia mais

Fotos Brasilia

Políptico Brasília – 150x375cm (2017)

8 panneaux de 70x70cm

Leia mais

Escola

Leia mais

Catetinho, 2015, 170 x 100cm

Catetinho O Catetinho foi a primeira residência oficial do presidente Juscelino Kubitschek no novo Distrito Federal na época da construção da nova capital do país, Brasília. Está situado às margens da BR-070, próximo a cidade do Núcleo Bandeirante. O nome é uma ligação com a então residência oficial do presidente, o Palácio do Catete no Rio de Janeiro. Projeto de Oscar Niemeyer, foi construído em apenas 10 dias, em novembro de 1956, é um prédio simples, feito de madeira, e conhecido como “Palácio de Tábuas”. Foi planejado sem conforto ou honras oficiais, para que o Presidente não se distanciasse dos trabalhadores, que viviam em barracos e tendas.

Leia mais

Santos, 2015, 150 x 250 cm

Santos- 150x250cm 2015-cat.2 Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida Projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, com cálculo estrutural do engenheiro Joaquim Cardoso, foi o primeiro monumento a ser criado em Brasília.[1] Sua pedra fundamental foi lançada em 12 de setembro de 1958. Teve sua estrutura pronta em 1960, onde apareciam somente a área circular de setenta metros de diâmetro, da qual se elevam dezesseis colunas de concreto (pilares de secção parabólica) num formato hiperboloide, que pesam noventa toneladas. O engenheiro Joaquim Cardozo foi o responsável pelo cálculo estrutural que permitiu a construção da catedral.

Leia mais

Índios, 2015, 150 x 250 cm

Índios 150x250cm 2015 O Memorial dos Povos Indígenas é um museu de Brasília. O museu é dedicado à cultura indígena brasileira. Foi desenhado pelo arquiteto Oscar Niemeyer e construído em 1987. Por muitos anos, esteve fechado mas, desde 1999, restabeleceu suas atividades. O memorial foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 2007, ano em que o arquiteto Oscar Niemeyer completou cem anos de idade. O Dia Internacional dos Povos Indígenas foi criado pela Organização das Nações Unidas. A data foi escolhida em 1995. Segundo a Organização das Nações Unidas, há, em setenta países, 370 000 000 de índios, que preservam culturas milenares e que são compostos por diversas etnias. No Brasil, vivem cerca de 220 povos indígenas.

Leia mais

Carrossel, 2015, 150 x 250 cm

Carrossel 150x250cm 2015 Centro de desenvolvimento auto sustentavel. Campus Universitário Darcy Ribeiro Gleba A Universidade de Brasília – Asa Norte, Brasília – DF, 70910-900.

Leia mais

Arcos, 2015, 150 x 250 cm

Arcos 150x250cm 2015 Museu Nacional do Conjunto Cultural da República e Ministérios. O museu, que tem a forma de cúpula, e a Biblioteca Nacional Leonel de Moura Brizola foram concebidos pelo arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer e foram inaugurados no dia 15 de dezembro de 2006, no dia em que o arquiteto celebrou os seus 99 anos de idade. O museu tem uma área de 14,5 mil metros quadrados e foi inaugurado com uma exposição sobre a obra de Niemeyer: « Niemeyer & Niemeyer e Brasília – Património da Humanidade ». Localizado na Esplanada dos Ministérios. O Rauzier inaugurou uma exposição « Arches » (Arcos) em 2013 na França que inspirou algumas hiperfotografias de Brasília.

Leia mais

Vertigo, 2015, 120 x 120 cm

Vertigo 120x120cm 2015 O prédio da nova sede do Tribunal Superior Eleitoral é um projeto de Oscar Niemeyer, cujo contrato com a administração da Corte foi assinado em 2005. A sede inaugurada no dia 15 de dezembro de 2011 reúne, no mesmo espaço físico, uma área de grande importância estratégica da Justiça Eleitoral, a informática, responsável pelo desenvolvimento e manutenção da urna eletrônica, que antes ficavam armazenadas em depósito afastado da sede do TSE. SAFS, Quadra 7, Lotes 1-2, s/n – Setor Federal Sul, Brasília – DF, 70070-600

Leia mais

Tribunal, 2015, 150 x 250 cm

Tribunal 150x250cm 2015 Projetado por Oscar Niemeyer, o edifício-sede da Procuradoria Geral da República foi inaugurado em 2002. A obra estava prevista desde a fundação de Brasília, em 1960, no projeto original de Lúcio Costa. O conjunto arquitetônico da PGR complementa o Plano Piloto de Brasília, definido pela ONU como Patrimônio Cultural da Humanidade. Com uma área total de 71.873,73 m², o conjunto agrupa seis blocos interligados por passarelas e pelo subsolo. Os diversos blocos abrigam os gabinetes dos subprocuradores-gerais da República e também os setores administrativos, auditório, restaurante e serviço médico.

Leia mais

Solar, 2015, 150 x 250 cm

Solar 150x250cm 2015 A Biblioteca Nacional de Brasília (BNB) foi concebida no plano original de Brasília, assinado por Lúcio Costa no final dos anos 50 do século passado, quando o urbanista projetou a capital federal com Oscar Niemeyer e outros arquitetos. Esplanada dos Ministérios Setor Cultural Sul 2.

Leia mais

Silêncio, 2015, 120 x 120 cm

Silêncio 120x120cm 2015 A beleza da Capela Nossa Senhora da Conceição, localizada no Palácio da Alvorada, tem o toque de um dos principais artistas do Brasil, Athos Bulcão. A residência presidencial, além de rica em poder, carrega a beleza das formas geométricas e a vida das cores da arte do professor. Bem tombado pelo patrimônio federal, a obra de Athos Bulcão está presente na porta, nos objetos litúrgicos e no teto do projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer. Como o próprio professor disse, em 1998, “a Capela do Palácio da Alvorada inclui a pintura do teto, que é de 1959, depois inclui o desenho dos castiçais e demais objetos de culto”.

Leia mais

Segurança, 2015, 120 x 120 cm

Segurança 120x120cm 2015 Sede da Caixa Seguradora, localizado na área central da capital federal, o novo prédio da Caixa Seguradora inaugurado em Fevereiro 2015, chama a atenção por sua estrutura moderna, com formato sinuoso e com vidros espelhados. A nova sede foi projetada para ser mais econômica, preservar os recursos naturais e o meio ambiente. O local segue os padrões do Selo PROCEL de Economia de Energia, que prevê uma série de dispositivos específicos em busca de eficiência energética e funcionamento sustentável, focado no uso mínimo de iluminação artificial. Ed. Sede Caixa Seguradora SHN Qd. 01, Conjunto A, BL E – CEP 70.701-050- DF.

Leia mais

Redes, 2015, 150 x 250 cm

Redes, 150 x 250 cm 2015 Passadiços, paradas de ônibus, 3 quadras da W3 sul (comércio)

Leia mais

Poder, 2015, 170 x 100 cm

Poder, 170 x 100 cm 2015 Supremo Tribunal Federal (STF) é a mais alta instância do poder judiciário brasileiro e acumula competências típicas de uma Suprema Corte (tribunal de última instância) e de um Tribunal Constitucional. Sua função institucional fundamental é de servir como guardião da Constituição Federal de 1988, apreciando casos que envolvam lesão ou ameaça a esta última. De suas decisões não cabe recurso a nenhum outro tribunal. Praça dos Três Poderes, Brasília, DF

Leia mais

Planalto, 2015, 120 x 120 cm

Planalto 120 x 120 cm 2015 O Palácio do Planalto é a sede do Poder Executivo Federal, local onde está o Gabinete Presidencial do Brasil. Está situado na Praça dos Três Poderes em Brasília e foi um dos primeiros edifícios construídos na nova capital. A inauguração do Palácio do Planalto, em 21 de abril de 1960, foi o centro das comemorações da inauguração de Brasília e marca a história brasileira por simbolizar a transferência da Capital Federal para o centro do País, promovida no Governo do Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira.

Leia mais

O jeito 2, 2015, 120 x 120 cm

O jeito 2, 120 x 120 cm 2015 A Universidade Federal de Brasília foi inaugurada em 21 de abril de 1962. A decisão de unificar os cinco institutos de ciências em um único prédio, foi De Oscar Niemeyer, o prédio ficou conhecido na universidade como « minhocão ».

Leia mais

O Jeito 1, 2015, 120 x 120 cm

O Jeito1 120x120cm 2015 O Palácio da Justiça de Brasília fica junto ao Eixo Monumental, entre a ala Norte da Esplanada dos Ministérios e o Congresso Nacional. Foi desenhado pelo arquiteto Oscar Niemeyer em 1957, e serve como sede do Ministério da Justiça.

Leia mais

Justicia, 2015, 120 x 120 cm

Justicia 120x120cm 2015 O Tribunal Superior do Trabalho – TST, com sede em Brasília-DF e jurisdição em todo o território nacional, é órgão de cúpula da Justiça do Trabalho, cuja função precípua consiste em uniformizar a jurisprudência trabalhista brasileira. Oscar Niemeyer foi o responsável pelo projeto do novo prédio do Tribunal Superior do Trabalho, inaugurado em 2006, em Brasília. Desenhada em 1996, a obra conta com inovações tecnológicas em um projeto que congrega beleza arquitetônica e funcionalidade.

Leia mais

JK, 2015, 150 x 250cm

JK 150x250cm 2015 A Ponte Juscelino Kubitschek, também conhecida como Ponte JK, está situada em Brasília, ligando o Lago Sul, Paranoá e São Sebastião à parte central de Brasília, através do Eixo Monumental, atravessando o Lago Paranoá. Inaugurada em 15 de dezembro de 2002, a estrutura da ponte tem um comprimento de travessia total de 1200 metros, largura de 24 metros com duas pistas, cada uma com três faixas de rolamento, duas passarelas nas laterais para uso de ciclistas e pedestres com 1,5 metro de largura e comprimento total dos vãos de 720 metros.

Leia mais

Jaburu, 2015, 150 x 250cm

Jaburu 150x250cm 2015 Palácio do Jaburu é um edifício localizado ao longo da Via Presidencial, entre os Palácios do Planalto e Alvorada. Situado às margens do Lago Paranoá, foi inaugurado em 1977 e abriga a residência oficial do Vice-Presidente da República. O Palácio do Jaburu foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer para ser a residência oficial do Vice-Presidente da República, dentro da concepção urbanística proposta por Lúcio Costa para Brasília. A principal característica do Palácio e o que o diferencia, fundamentalmente, de outros, como o Alvorada, é o fato de ser uma construção exclusivamente destinada a moradia. Os seus 4.283 metros quadrados privilegiam mais a área externa. Em seu jardim, projetado pelo paisagista Roberto Burle Marx, foram cuidadosamente mantidas várias espécies de árvores.

Leia mais

Itamaraty, 2015, 180 x 180 cm

Itamaraty 180x180cm 2015 O Palácio Itamaraty é a sede do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, situado em Brasília. Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, com cálculo estrutural do engenheiro Joaquim Cardoso, o palácio foi inaugurado oficialmente em 20 de abril de 1970 pelo presidente Emílio Médici. Atualmente, três edifícios compõem o complexo do Ministério: o Palácio, o Anexo I e o Anexo II, conhecido popularmente como « Bolo de Noiva ». O palácio possui o maior hall sem colunas do mundo, com área de 2 800 metros quadrados.

Leia mais

Horizontes, 2015, 180 x 300 cm

Horizontes 180x300cm 2015 O Túnel do Tempo, nome criado pelos funcionários do Senado, passa por baixo de uma das principais avenidas de Brasília, o Eixo Monumental. O longo corredor, de 100 metros de comprimento e formato arredondado, liga o Anexo I e o edifício principal da Casa às novas edificações: Anexos II e IIB, onde ficam as comissões, a Consultoria Legislativa, o Auditório Petrônio Portella, gabinetes dos senadores, a biblioteca e outros setores.

Leia mais

Guimarães, 2015, 120 x 120 cm

Guimarães, 120 x 120, 2015 cat.4 Centro de Convenções Ulysses Guimarães Localizado no coração de Brasília o Centro de Convenções Ulysses Guimarães tem uma área construída de 54 mil m², abrigando cinco auditórios, sendo que um deles acomoda 3 mil pessoas, além de 13 salas moduláveis por divisórias acústicas retráteis que permitem várias combinações. O Centro possui, ainda, um pavilhão de exposições com 6 mil m² de área locável, com capacidade para acolher 9 mil visitantes. Eixo Monumental – Ala Sul, Brasília – DF, 70070-350

Leia mais

Dante, 2015, 200 x 120 cm

Dante 120x200cm 2015 O Palácio Itamaraty, também conhecido como Palácio dos Arcos, é a sede do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, situado em Brasília. Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, com cálculo estrutural do engenheiro Joaquim Cardoso, o palácio foi inaugurado oficialmente em 20 de abril de 1970 pelo presidente Emílio Médici. Atualmente, três edifícios compõem o complexo do Ministério: o Palácio, o Anexo I e o Anexo II, conhecido popularmente como « Bolo de Noiva ». O palácio possui o maior hall sem colunas do mundo, com área de 2 800 metros quadrados.

Leia mais

Cúpula, 2015, 120 x 120 cm

Cúpula 120x120cm 2015 Museu Nacional do Conjunto Cultural da República O museu, que tem a forma de cúpula, e a Biblioteca Nacional Leonel de Moura Brizola foram concebidos pelo arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer e foram inaugurados no dia 15 de dezembro de 2006, no dia em que o arquiteto celebrou os seus 99 anos de idade. O museu tem uma área de 14,5 mil metros quadrados e foi inaugurado com uma exposição sobre a obra de Niemeyer: « Niemeyer & Niemeyer e Brasília – Património da Humanidade ». Localizado na Esplanada dos Ministérios.

Leia mais

Codex, 2015, 200 x 120 cm

Codex, 120 x 200 cm 2015 O Palácio da Justiça de Brasília fica junto ao Eixo Monumental, entre a ala Norte da Esplanada dos Ministérios e o Congresso Nacional. Foi desenhado pelo arquiteto Oscar Niemeyer em 1957, e serve como sede do Ministério da Justiça.

Leia mais

Civilização, 2015, 120 x 120 cm

Civilisaçoes 120x120cm 2015 A Biblioteca Central da Universidade de Brasília foi criada, em 1962, opondo-se à tradição da época de múltiplas bibliotecas dispersas nas várias unidades de ensino das universidades – um sistema oneroso que gerava duplicações desnecessárias de acervo e de processos técnicos e administrativos. O edifício de 16.000 m², com capacidade para um milhão de volumes e dois mil usuários, localiza-se na Praça Maior da UnB, lugar destinado por Lúcio Costa e Oscar Niemeyer. A mudança definitiva da BCE para o seu prédio ocorreu em março de 1973.

Leia mais

Celebração, 2015, 180 x 300 cm

Celebração 180x300cm 2015 Decoração para o show Samba Brasília, agosto 2015, com o Cristo Redentor, ao lado do Estádio de Futebol de Brasília, DF.

Leia mais

Catedral, 2015, 180 x 300 cm

Catedral, 180x300cm 2015, cat.1 Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida Projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, com cálculo estrutural do engenheiro Joaquim Cardoso, foi o primeiro monumento a ser criado em Brasília. Sua pedra fundamental foi lançada em 12 de setembro de 1958. Teve sua estrutura pronta em 1960, onde apareciam somente a área circular de setenta metros de diâmetro, da qual se elevam dezesseis colunas de concreto (pilares de secção parabólica) num formato hiperboloide, que pesam noventa toneladas. A Catedral só foi inaugurada em 31 de maio de 1970. O engenheiro Joaquim Cardozo foi o responsável pelo cálculo estrutural que permitiu a construção da catedral.

Leia mais

Calvário, 2015, 120 x 120 cm

Calvário, 120 x 120 cm 2015 A Igrejinha da 307/308 Sul ou Igreja Nossa Senhora de Fátima foi o primeiro templo em alvenaria a ser erguido em Brasília, inaugurado em 28 de junho de 1958. Após a pedra fundamental em 26 de outubro de 1957, a igreja foi construída em cem dias, com o objetivo de pagar uma promessa da primeira-dama Sarah Kubitschek, feita para curar sua filha. A capela foi projetada por Oscar Niemeyer e sua arquitetura faz referência a um chapéu de freiras. Em seu interior e na fachada encontram-se azulejos de Athos Bulcão. Os afrescos com bandeirolas e anjos de Alfredo Volpi, foram cobertos por tinta em uma reforma ocorrida na década de 1960.

Leia mais

Brasilópolis, 2015, 150 x 250 cm

Brasilópolis 150x 250cm 2015 O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) é uma autarquia federal vinculada ao Ministério dos Transportes, criada pela lei 10.233*, de 5 de junho de 2001. A legislação reestruturou o sistema de transportes rodoviário, aquaviário e ferroviário do Brasil, extinguindo o antigo Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER).

Leia mais

Brasília, 2015, 180 x 300 cm

Brasília 180x300cm 2015 Símbolos da Praça dos Três Poderes e do JK, em Brasília é um amplo espaço aberto entre os três edifícios monumentais que representam os três poderes da República: o Palácio do Planalto(Executivo), o Supremo Tribunal Federal (Judiciário) e o Congresso Nacional (Legislativo). Como em quase todos os logradouros da cidade, a parte urbanística foi idealizada por Lúcio Costa e as construções foram projetadas por Oscar Niemeyer.

Leia mais

Boal, 2015, 180 x 300 cm

Boal, 180 x 300 cm 2015 O Teatro Nacional Cláudio Santoro foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. A construção teve início no dia 30 de julho de 1960, e a estrutura ficou pronta em 30 de janeiro de1961. O carioca Augusto Pinto Boal diretor de teatro, dramaturgo e ensaísta brasileiro, uma das grandes figuras do teatro contemporâneo internacional. Fundador do Teatro do Oprimido, que alia o teatro à ação social, suas técnicas e práticas difundiram-se pelo mundo. O Teatro do Oprimido é o teatro no sentido mais arcaico do termo. “Todos os seres humanos são atores – porque atuam – e espectadores – porque observam.” O teatro localiza-se na Via N2, Setor Cultural Norte, na Asa Norte; possui estrutura com forma de pirâmide irregular: no seu interior destacam-se as salas Martins Pena, Villa-Lobos e Alberto Nepomuceno.

Leia mais

Arte rua, 2015, 180 x 300 cm

Arte rua, 180x300cm 2015 Prédios populares. Rua de comércio 305/306, 404/405 Sul. DF

Leia mais

Alvorada, 2015, 150 x 250 cm

Alvorada. 150x250cm 2015 O Palácio da Alvorada é um edifício localizado em Brasília, no Distrito Federal. O palácio é designado como a residência oficial do Presidente do Brasil. Situa-se às margens do lago Paranoá, tendo sido o primeiro edifício inaugurado na Capital Federal, em 30 de junho de 1958. Embora o presidente da República tenha no Palácio da Alvorada suas dependências para estudos e leituras, além de lá pernoitar, o Gabinete Presidencial está situado no Palácio do Planalto.

Leia mais

Vortex, 2015, 120 x 120 cm

Vortex, 120 x 120 cm 2015 Brasília Palace Hotel. Inaugurado antes mesmo de Brasília para receber as figuras mais importantes dos cenários político, artístico e intelectual da época. Para o presidente Juscelino Kubitschek, era a prova concreta de que o sonho tornava-se realidade. Um edifício com a leveza do concreto de Oscar Niemeyer. O painel do artista Athos Bulcão confere arte e personalidade, com impacto visual marcante. Intitulado Positivo e Negativo, revela dois tipos de azulejos com o mesmo traço e cores opostas em azul e branco. SCEN Trecho 1, S/N – Asa Norte, Brasília – DF, 70800-200

Leia mais