Exposição

11 NOV – 29 JAN
A partir do dia 11 de novembro 2016 até 29 de janeiro 2017, A exposição ambientada no Museu de Arte Moderna da Bahia é a terceira mostra do artista no Brasil, após sucesso no Rio de Janeiro e em Brasília, que encerra sua turnê em São Paulo, em 2017/2018. A mostra oferece ao público a oportunidade de conhecer a técnica autoral jamais vista, a hiperfotografia. Para serem produzidas as hiperfotografias de Rauzier passam por um processo longo e complexo. Manipuladas em computador, algumas delas, inclusive, alcançam um volume que pode sugerir uma escultura bidimensional. A mostra em Salvador apresenta 19 imagens deslumbrantes de paisagens, da arquitetura e ambientes da capital baiana que oferecem ao espectador a oportunidade de conhecer intensidades que ultrapassam o normal. Numa única obra o público pode ver tudo e, ao mesmo tempo, somente o que ele quiser. Passear na imagem, ver de perto um detalhe, vê-la em sua totalidade, construindo assim a sua própria história da obra. Museu de Arte Moderna da Bahia Av. Contorno S/N. Solar do Unhão 11 de novembro de 2016 a 29 de janeiro de 2017 Terça a domingo das 13H às 18h. Entrada gratuita  


Museu de Arte Moderna da Bahia

O Museu de Arte Moderna da Bahia é vinculado à Secretaria da Cultura (Secult), do Governo do Estado da Bahia, através do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC). Possui um importante acervo de obras e de documentação sobre momentos da cultura baiana e brasileira. Está instalado no Solar do Unhão, um sítio histórico tombado, circundado por mangueiras, flamboyants e gameleiras imponentes, e banhado pela Baía de Todos os Santos. Foi residência, usina de açúcar, entreposto comercial, fábrica, depósito de munição.

As relações deste sítio com a comunidade, com a cidade e seus contextos históricos, urbanísticos, sociais, políticos e econômicos, influenciam diretamente o projeto da italiana Lina Bo Bardi para implantação do MAM, resultando em uma proposta de abertura ampla do espaço e a expressão artística como instrumento crítico para compreensão do mundo. Um Museu-Escola. mambahia.com issuu.com/bahiamam facebook: /bahiamam twitter: @bahiamam slideshare: slideshare.net/bahiamam pt.foursquare.com/bahiamam.

Exposição Hiperfoto-Salvador no MAM Bahia

Ate 29 de janeiro 2017, a capela do MAM Bahia inaugurou no dia 10 de novembro, a exposição “Hiperfoto-Salvador”, do fotógrafo francês Jean François Rauzier. A mostra apresentava 19 imagens da arquitetura de Salvador da Bahia Ver mais

Noticias

Eu os convido a buscar nesta exposição Brasiliense a metáfora de uma poesia, que ritma uma emoção musical, nessas “hiperfotos” que brincam com nossa memória em um jogo que os cubistas inventaram há um século, e que Rauzier “pixeliza” em um renascimento digital e conectado, como a foto do JK por ora visível no site da internet. Leia mais

Detalhe de Mikvé

Pelô   O solar em que se encontra a Mikvé está situado no largo de São Francisco, antiga Praça Anchieta, nº 16 e 18, e abriga hoje o Hotel Villa Bahia. O imóvel é tombado individualmente pelo governo federal através do SPHAN (atual IPHAN) e integra o Centro Histórico de Salvador, inscrito como Patrimônio mundial, cultural e natural pela Unesco.

Leia mais

Detalhe de Saludo

Saludo   De acordo com o professor e historiador Ricardo Carvalho, o número de igrejas presentes na capital está intimamente relacionado à história do município. Construída para ser uma extensão de Portugal, Salvador é uma evidência da « extrapolação da igreja católica na Penísula Ibérica », explica Carvalho.

Leia mais

Detalhe de Obaluàyê

Obaluayê   Obaluàyé é um termo iorubá que significa « rei e senhor da terra »: Oba (rei) + Aiye (terra). Também é conhecido como Babá Igbona = pai da quentura). Muito associam Obaluayê apenas à idéia do Orixá Curador, “o Médico Sagrado da Umbanda”, que Ele realmente é.

Leia mais

Detalhe de Cidade Baixa

Pelô   A cidade de Salvador foi fundada sobre uma falha geográfica medindo aproximados 75 metros. Em razão desse fator geográfico, a cidade se formou em dois níveis, chamados Cidade Alta e Cidade Baixa. Em conseqüência, foram surgindo naturalmente os caminhos que, ao longo do tempo, transformar-se-iam em ladeiras, ligando os dois planos da cidade.te.

Leia mais

Detalhe de Santos

Babel26   De acordo com o professor e historiador Ricardo Carvalho, o número de igrejas presentes na capital está intimamente relacionado à história do município. Construída para ser uma extensão de Portugal, Salvador é uma evidência da « extrapolação da igreja católica na Penísula Ibérica », explica Carvalho.

Leia mais

Detalhe de « Mikvé »

Pelô   O solar em que se encontra a Mikvé está situado no largo de São Francisco, antiga Praça Anchieta, nº 16 e 18, e abriga hoje o Hotel Villa Bahia. O imóvel é tombado individualmente pelo governo federal através do SPHAN (atual IPHAN) e integra o Centro Histórico de Salvador, inscrito como Patrimônio mundial, cultural e natural pela Unesco.

Leia mais

Detalhe de Babel26

Babel26   De acordo com o professor e historiador Ricardo Carvalho, o número de igrejas presentes na capital está intimamente relacionado à história do município. Construída para ser uma extensão de Portugal, Salvador é uma evidência da « extrapolação da igreja católica na Penísula Ibérica », explica Carvalho.

Leia mais

Detalhe de Obaluayê

Xangô   Obaluàyé é um termo iorubá que significa « rei e senhor da terra »: Oba (rei) + Aiye (terra). Também é conhecido como Babá Igbona = pai da quentura). Muito associam Obaluayê apenas à idéia do Orixá Curador, “o Médico Sagrado da Umbanda”, que Ele realmente é.

Leia mais

Detalhe de Xangô

Xangô   Xangô, Shango, Sango ou, na Bahia, Badé é o orixá da justiça, dos raios, do trovão e do fogo. Foi rei na cidade de Oyo, identificado no jogo do merindilogun pelos odus obará e ejilaxebora e representado material e imaterialmente no candomblé através do assentamento sagrado denominado igba xango.

Leia mais

Pentáptico, Convento São Francisco IV

Convento São Francisco   A Igreja e Convento de São Francisco são localizadas no coração da cidade de Salvador, as estruturas foram erguidas entre os século XVII e XVIII e são consideradas uma das mais singulares e ricas expressões do Barroco brasileiro, apresentando, em especial a igreja, uma faustosa decoração interior.

Leia mais

Pentáptico, Convento São Francisco III

Convento São Francisco   A Igreja e Convento de São Francisco são localizadas no coração da cidade de Salvador, as estruturas foram erguidas entre os século XVII e XVIII e são consideradas uma das mais singulares e ricas expressões do Barroco brasileiro, apresentando, em especial a igreja, uma faustosa decoração interior.

Leia mais

Pentáptico, Convento São Francisco II

Convento São Francisco   A Igreja e Convento de São Francisco são localizadas no coração da cidade de Salvador, as estruturas foram erguidas entre os século XVII e XVIII e são consideradas uma das mais singulares e ricas expressões do Barroco brasileiro, apresentando, em especial a igreja, uma faustosa decoração interior.

Leia mais

Pentáptico, Convento São Francisco

Convento São Francisco   A Igreja e Convento de São Francisco são localizadas no coração da cidade de Salvador, as estruturas foram erguidas entre os século XVII e XVIII e são consideradas uma das mais singulares e ricas expressões do Barroco brasileiro, apresentando, em especial a igreja, uma faustosa decoração interior.

Leia mais

Detalhe de Xangô

Xangô   Xangô, Shango, Sango ou, na Bahia, Badé é o orixá da justiça, dos raios, do trovão e do fogo. Foi rei na cidade de Oyo, identificado no jogo do merindilogun pelos odus obará e ejilaxebora e representado material e imaterialmente no candomblé através do assentamento sagrado denominado igba xango.

Leia mais

Detalhe de Mikvé

Pelô   O solar em que se encontra a mikvé está situado no largo de São Francisco, antiga Praça Anchieta, nº 16 e 18, e abriga hoje o Hotel Villa Bahia. O imóvel é tombado individualmente pelo governo federal através do SPHAN (atual IPHAN) e integra o Centro Histórico de Salvador, inscrito como Patrimônio mundial, cultural e natural pela Unesco.

Leia mais

Detalhe de Babel26

Babel26   De acordo com o professor e historiador Ricardo Carvalho, o número de igrejas presentes na capital está intimamente relacionado à história do município. Construída para ser uma extensão de Portugal, Salvador é uma evidência da « extrapolação da igreja católica na Penísula Ibérica », explica Carvalho.

Leia mais

Detalhe de « Santos »

Santos   Os orixás são ancestrais divinizados africanos que correspondem a pontos de força da Natureza e os seus arquétipos. Estão relacionados às manifestações dessas forças. As características de cada Orixá aproxima-os dos seres humanos, pois eles manifestam-se através de emoções como nós. Sentem raiva, ciúmes, amam em excesso, são passionais. Cada orixá tem ainda o seu sistema simbólico particular, composto de cores, comidas, cantigas, rezas, ambientes, oferendas, espaços físicos e até horários.

Leia mais

Detalhe de Xangô

Xangô   Xangô, Shango, Sango ou, na Bahia, Badé é o orixá da justiça, dos raios, do trovão e do fogo. Foi rei na cidade de Oyo, identificado no jogo do merindilogun pelos odus obará e ejilaxebora e representado material e imaterialmente no candomblé através do assentamento sagrado denominado igba xango.

Leia mais

Detalhe de « Pelô »

Pelô   A cidade de Salvador foi fundada sobre uma falha geográfica medindo aproximados 75 metros. Em razão desse fator geográfico, a cidade se formou em dois níveis, chamados Cidade Alta e Cidade Baixa. Em conseqüência, foram surgindo naturalmente os caminhos que, ao longo do tempo, transformar-se-iam em ladeiras, ligando os dois planos da cidade.te.

Leia mais

Detalhe de « Pelô »

Pelô   Salvador foi a primeira cidade do Brasil, construída a partir de 1545 como cidade-fortaleza, destinada à administração colonial e comércio. Seu crescimento deu-se em dois planos – a Cidade Baixa, compreendida pelo Bairro da Praia com uma comprida rua que dividia o porto e as casas comerciais – e a Cidade Alta, onde estavam os bairros de São Bento (incluindo Sé), Palma, Desterro, Saúde e Santo Antonio Além do Carmo.

Leia mais

Da cruz, 2016, 150 x 90 cm

Leia mais

Pentáptico. Igreja São Francisco, 2016, 250 x 750 cm

Leia mais

Nova Noticia Salvador

Leia mais

Agenda

O fotografo Jean-François Rauzier chegará em Brasília dia 14 de abril para encontrar francófonos durante um Bate-Papo em francês na Aliança Francesa, Asa Sul 708/ 907 Lote A. O artista participará na Segunda feira 18/04 a uma conferencia com fotógrafos no Museu Nacional. Segunda feira a tarde, Rauzier assinará folders da Mostra com funcionários da Caixa Seguradora. Terça feira 19/04, J-F Rauzier receberá a elite de Brasilia na abertura da segunda exposição Hiperfoto-Brasília, no Museu Nacional , DF. Abertura é programada so com convites. Para ganhar convite, upload uma foto de predio do seu bairo; janela, grafiti, parede… na pagina do jogo da foto coletiva! Leia mais  

Nova Agenda Salvador

Leia mais